R R Noticias

sábado, 15 de novembro de 2014

Presidente Médici - Mulher é presa logo após matar aposentado de 90 anos de idade a golpes de facão

 Ao lado do corpo, os PM’s encontraram um facão, que foi utilizado para degolar o idoso.

Foto: comando190
O bárbaro crime aconteceu no final da tarde de ontem, sexta-feira (14), em uma residência, localizada na Rua Padre Adolfo, próximo a BR 364, no município de Presidente Médici. A Polícia Militar agiu rápido e conseguiu prender a homicida ainda no local.

Segundo a Polícia, uma vizinha observou que uma mulher estava brigando com o idoso, dentro da casa, e resolveu ir lá para ver o que estava acontecendo. Ao bater palmas, a mulher, identificada como Eliane Bobyk de Oliveira, de 21 anos, abriu a porta e gritou que havia matado o dono da casa e que era para chamar a polícia.

Rapidamente, uma Guarnição de Rádio Patrulha se deslocou para o local e, ao entrar na casa, se deparou com o corpo do aposentado Manoel Palmeira Neto, de 90 anos, caído, todo ensanguentado, já sem sinais vitais. Ao lado do corpo, os PM’s encontraram um facão, que foi utilizado para degolar o idoso.
Diante da triste cena, Eliane Bobyk recebeu voz de prisão e foi conduzida para a Delegacia, onde foi apresentado a autoridade policial de plantão.


Matou por causa de R$ 700 reais

Foto: comando190
De acordo com o depoimento da homicida, no último dia 28, o aposentado lhe emprestou o cartão para que a mesma realizasse uma compra. Então, ela sacou o benefício no valor de R$ 700,00 e se deslocou até a cidade de Ji-Paraná, onde gastou todo o dinheiro em um supermercado. Eliane ainda contou que no outro dia, o aposentado foi até a sua casa alegando que a mesma havia furtado o cartão. Neste dia, eles discutiram e Manoel saiu do local dizendo que iria voltar para receber o dinheiro.

Depois desta conversa, o aposentado foi até a Delegacia de Polícia e registrou uma ocorrência de Furto. Nesta ocorrência, Manoel Palmeira alega ter sido vítima de furto e acusa a Eliane de ser a autora. Ele ainda narrou que Eliane subtraiu o cartão e fez o saque no Banco Bradesco sem o seu consentimento.

Na sexta-feira, dia 14, Eliane foi até a casa do aposentado e mandou que ele retirasse a ocorrência. Diante da recusa, os dois começaram uma briga, onde Eliane apossou-se de um facão e degolou o seu desafeto. Depois, Eliane usou um par de luvas e tentou lavar a casa. Como não conseguiu limpar o sangue, juntou todos os documentos da vítima na intenção de atear fogo em tudo. Porém o plano macabro foi impedido pela Polícia Militar, que chegou rápido no local.  


comando190
 

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Nova doença transmitida pelo Aedes aegypti chega ao Brasil

Uma das preocupações das autoridades é que, devido ao grande número de criadouros do Aedes, a doença se instale no País.


A identificação de três casos de doença provocada por um vírus que jamais circulou no Brasil colocou o Ministério da Saúde em alerta. 

Sobretudo porque ela é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo da dengue. 

A entrada do vírus da febre Chikungunya no País ocorre num momento em que o número de Aedes é elevado em diversos locais. E em que epidemia de dengue, no Rio e em outras cidades, não está descartada.

Segundo o ministério, de agosto a novembro três brasileiros - um carioca da Barra e dois moradores de São Paulo - tiveram a febre Chikungunya. Tida do que a dengue - devido à quantidade menor de casos fatais - a Chikungunya se caracteriza por febre alta e dores intensas nas articulações das mãos e pés, que podem se prolongar por até um ano, impossibilitando a pessoa de desenvolver sua rotina.
"Tivemos três casos importados. 

Tudo leva a crer que não houve transmissão no País. Todas as medidas de prevenção, como a busca de focos de mosquito nas proximidades das residências dos pacientes, aplicação de fumacê e rastreamento de novos casos foram feitas", afirmou o coordenador do Programa de Controle da Dengue do Ministério da Saúde, Giovanini Coelho.

Uma das preocupações das autoridades é que, devido ao grande número de criadouros do Aedes, a doença se instale no País. "A presença do mosquito nos deixa vulneráveis. Quanto menos Aedes nas casas e nos espaços urbanos, menor o risco. Não há vacina contra o Chikungunya".

Os dois homens - um carioca de 41 anos e outro paulista de 55 - voltaram da Indonésia contaminados. O morador do Rio tinha ido ao país asiático surfar. Uma mulher, também paulista, de 25 anos voltou da Índia. A notificação de casos ao ministério é obrigatória e imediata, em até 24 horas.

"Estamos intensificando a vigilância para detectar possíveis novos casos. Nos reunimos com diversas sociedades médicas para alertar. E pedimos que as pessoas que chegarem dos locais em que há transmissão do vírus e tiverem febre procurem hospitais. A auto-medicação não é indicada", afirma Giovanini.

Em fase de transmissão
Dois dos três pacientes que chegaram ao Brasil com a Chikungunya, um do Rio e um de São Paulo, estavam em fase de transmissão da doença. Ou seja, se fossem picados por um Aedes, eles contaminariam o inseto, que poderia infectar outras pessoas.

Os sintomas da doença aparecem de três a sete dias depois de o paciente ser picado pelo mosquito contaminado. Durante os primeiros cinco dias dos sintomas, se o paciente for picado pelo Aedes aegypti, ele transmite o vírus para o mosquito.

Confira o que fazer para evitar proliferação do mosquito
Caixas d'água
Devem ficar vedadas. Não devem ser cobertas por plástico ou calha porque esses materiais podem acumular água e servir de criadouros.

Calhas
Devem ficar limpas e sem pontos de acúmulo de água. Folhas secas precisam ser retiradas para que a água não fique retida.

Lajes e marquises
É importante manter o escoamento sempre desobstruído e sem depressões que possam causar o acúmulo de água.

Fossos de elevador
A recomendação é verificar uma vez por semana e bombear caso haja água acumulada.

Em casa e no trabalho
A tampa dos vasos sanitários deve ficar fechada. Em banheiros pouco usados, deve-se dar descarga ao menos uma vez por semana para evitar surgimento de focos.


As bandejas do ar-condicionado e da geladeira também precisam ser verificadas: alguns modelos acumulam água que pode virar foco do mosquito.

Não deixe água acumulada em pratinhos de planta. Coloque terra nos vasos.


O Dia / Foto Getty Images

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Musica - Cantor Sertanejo Giovani anuncia fim da dupla com Gian

No último dia 30 de setembro, Gian sofreu um AVC e ficou internado por quatro dias. O cantor, de 47 anos, já recebeu alta e revelou que está com um pequeno problema de visão.


Foto: Divulgação
O cantor Giovani, da dupla Gian & Giovani, usou seu perfil do Instagram para anunciar que vai seguir carreira solo.

O cantor publicou uma foto de uma linda praia e escreveu um texto falando sobre seu novo projeto.

"Sempre coloquei muito amor nas músicas que passaram pela minha voz.

Quero levantar novos voos novas, direções, novos desafios de vida, voar com liberdade para realizar um grande sonho, estou investindo todo meu amor em um novo projeto de vida, que cada acorde das músicas, cada verso das canções irá representar minha paixão pela música... Estou gravando um novo CD sozinho.

Que a partir de janeiro estará em todas as lojas do Brasil e rádios. Fazer o que a gente ama e trabalhar pelo o que faz nosso coração bater forte é a melhor coisa dessa vida! Fiquem com Deus todo mundo. Projeto abençoado. Um sonho sendo realizado", escreveu.

Alguns fãs ficaram chocados com a declaração e perguntaram para o cantor se realmente é o fim da dupla. "Sim. Vou dedicar ao meu projeto novo de vida. Estou muito feliz! Fiquei dos 16 anos aos 44 com a dupla (risos). Esse novo projeto me deu um novo fôlego uma injeção de ânimo para minha vida", confirmou Giovani.

No último dia 30 de setembro, Gian sofreu um AVC e ficou internado por quatro dias. O cantor, de 47 anos, já recebeu alta e revelou que está com um pequeno problema de visão.

"Estou aqui especialmente pra dizer para vocês, muito mais para tranquilizar a todos, que graças a Deus eu estou bem. Passei por um problema de saúde complicado, tive um AVC esquêmico. Graças a Deus, eu não tive nenhuma sequela, como vocês podem ver. Apenas uma dificuldade na visão, mas, segundo os médicos, com o tratamento e o dia a dia, tende a sumir.

Estou aqui muito mais para agradecer todo o carinho de vocês, a todas as mensagens, até porque não dá para eu responder todas, e dizer que estou na minha casa", disse em um vídeo publicado no Youtube.




Agência da Notícia com Msn

Pecuária- Rondônia entra para o rol dos estados criadores da Raça Girolando

Dizem os criadores mais antigos que o gado Girolando surgiu por volta das décadas de 1940 e 1950, no Vale do Paraíba, estado de São Paulo, quando um touro da raça Gir invadiu uma pastagem vizinha e cobriu algumas vacas da raça Holandesa, a qual predominava nos rebanhos daquela região.

No ultímo sábado, (01/11), Rondônia entrou para o rol dos estados criadores da raça Girolando. 

O dia de campo promovido pela Associação Brasileira de Criadores da Raça Girolando (Girolando), Associação de Assistência Técnica e Extensão Rural do estado de Rondônia ( Emater) e Grupo Gilberto Miranda,  aconteceu na Agropecuária Gima, no município de Ariquemes, cerca de 200 quilômetros de Porto Velho.

Durante a solenidade de abertura do dia de campo, o presidente da Girolando, Jônadan Hsuan Min MA, destacou a potencialidade do estado e sua vocação leiteira. ” Rondônia tem dimensões nacionais na produção de leite. Mas continua com uma produtividade baixa, com a associações os produtores da raça girolando poderam contar com técnicos e criadores com genética selecionada da raça. Alinhando esta ação privada com outras ações governamentais em cinco anos estaremos entre os sete melhores do pais”.

“O dia de campo, acredito que tem que ser um lugar de troca de conhecimento, é uma forma de aprender e elevar o conhecimento do produtor rural. Aqui temos especialistas palestrando e levando o conhecimento que o produto precisa para começar a mudar a sua visão do agronegócio do leite no estado. Com o Jônadan aqui os criadores da Raça Girolando recebem um incentivo a mais para continuar investindo”, comentou Gilberto Mirando.

“O Governo do Estado vem trazendo para a atividade leiteira diversas ferramentas para que o produtor aumente sua produtividade. Nos últimos anos aumentamos nossa produção, mas temos que crescer mais. Com a inclusão de genética, gestão, manejo de pastagens e tecnologias de produção com certeza iremos ter destaques na produção nacional”. apontou Evandro Padovani, secretario de Estado da Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento e Regularização Fundiária (Seagri).


Fatos  Históricos

Dizem os criadores mais antigos que o gado Girolando surgiu por volta das décadas de 1940 e 1950, no Vale do Paraíba, estado de São Paulo, quando um touro da raça Gir invadiu uma pastagem vizinha e cobriu algumas vacas da raça Holandesa, a qual predominava nos rebanhos daquela região. 

Ao nascerem os produtos desse cruzamento, os criadores observaram que eram animais totalmente diferentes do que os animais tradicionais daquela época. 
Com o tempo esses animais foram demonstrando várias características interessantes, como a rusticidade, a precocidade e principalmente a produção de leite.

O sucesso desse cruzamento era tão grande que os criadores passaram a realizá-lo com mais frequência, porém de forma desordenada. A prática foi difundida para outras regiões e bacias leiteiras do Brasil, acelerando cada vez mais com o passar dos anos, ganhando também a admiração de criadores de outras raças, produtores de leite e pesquisadores, que começaram a desenvolver técnicas e selecionar os melhores animais visando melhorar o desempenho zootécnico do cruzamento, que na época já era considerado muito satisfatório.

Podemos considerar que ambas as raças mães (Gir e Holandês), contribuíram muito para o sucesso e formação do Girolando. O gado Gir, com toda sua capacidade de adaptação e rusticidade, e, o gado Holandês, com todos os seus anos de seleção voltados para a produção de leite.

Mais informações sobre a raça no link: 
Fonte: Decom/gov

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Reeleito com mais de dez mil votos Deputado Edson Martins agradece a votação

"Agradeço especialmente a minha família e a família 15800, colaboradores, anônimos, lideranças, autoridades que levaram nossa mensagem a todos os municípios. Muito obrigado pelos 10.327 votos de confiança no meu trabalho que me ajudaram na reeleição. 

O deputado estadual Edson Marins de Urupá partido do PMDB foi releito com 10.327 votos para continuar na assembléia legislativa de Rondônia promovendo desenvolvimento para o estado. 

Edson Martins agradece a cada uma das pessoas que lhe deram apoio nessa caminhada. Todos foram muito importantes na minha trajetória. "Agradeço especialmente a minha família e a família 15800, colaboradores, anônimos, lideranças, autoridades que levaram nossa mensagem a todos os municípios. Muito obrigado pelos 10.327 votos de confiança no meu trabalho que me ajudaram na reeleição. 

Uma votação maravilhosa, que agradeço a Deus a oportunidade de continuar trabalhando por nosso povo por mais quatro anos, pode ter certeza que vou honrar seu voto com muito Trabalho" finalizou Edson Martins.



Fonte: Assessoria facebook

Comentários via facebook

Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog

Adequação a Lei Orgânica do Município de Presidente Médici permitirá a administração contratar familiares para ocupar cargos de confiança. Na sua opinião os vereadores devem aprovar esse projeto?